Agronegócio invade o futebol e já patrocina 45% dos clubes

Cuiabá EC

Diretoria diz que, por meio dos patrocínios, o Cuiabá EC consegue mostrar a força de Mato Grosso

Porto Velho, RO - Reportagem especial do site UOL, neste domingo (13), aponta que o agronegócio patrocina 45% dos clubes das séries A e B do Brasileirão.

Um desses clubes é o Cuiabá, que é patrocinado pela empresa Agro Amazônia.

Conforme a reportagem, responsável por 28% do PIB nacional (em cálculo do Cepea - Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) e fonte de renda para 30,5 milhões de pessoas no Brasil, o agronegócio também está ocupando um terreno em que, até bem pouco tempo, não via futuro: o futebol.

Atualmente, seis clubes da Série A e 12 da Série B do Campeonato Brasileiro são apoiados diretamente por empresas do agronegócio.

As parcerias são as mais variadas. Desde um simples patrocínio, uma ação de marketing pontual e, até mesmo, o financiamento total de um reforço com padrão europeu — é o caso de Paulinho, no Corinthians.

Das agremiações beneficiadas, seis são da região Sul, cinco do Nordeste, três do Centro-Oeste e quatro do Sudeste. Na última região, todos os clubes são do Estado de São Paulo.

"É através de nossos patrocínios que o clube consegue mostrar a força do Mato Grosso. Estamos diretamente ligados ao agronegócio, a principal força econômica do Estado. Ficamos honrados em poder ajudar a divulgar a maior potência da nossa região", afirma Cristiano Dresch, vice-presidente do Cuiabá.

Fonte: Da Redação DC

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu