Tribunal Constitucional do Peru decide pela libertação de Alberto Fujimori


Apoiadora de Alberto Fujimori em manifestação em frente ao Tribunal Constitucional do Peru| Foto: EFE/Paolo Aguilar

Porto Velho, RO - O Tribunal Constitucional do Peru decidiu nesta quinta-feira (17) pela libertação do ex-presidente Alberto Fujimori, que cumpre pena de 25 anos de prisão pelos massacres de Barrios Altos (1991) e La Cantuta (1992), ocorridos durante seu governo.

Segundo informações do jornal La República, a corte julgou procedente um recurso que questionava a anulação de um indulto humanitário concedido pelo ex-presidente Pedro Pablo Kuczynski em dezembro de 2017. No ano seguinte, o indulto foi anulado pelo Judiciário.

No Tribunal Constitucional, três juízes votaram a favor da libertação de Fujimori e três contra, e um voto de desempate foi proferido pelo magistrado Augusto Ferrero.

Em 2009, Fujimori, que está com 83 anos, foi condenado por violações dos direitos humanos a 25 anos de prisão devido a ações do grupo paramilitar Colina, que nos massacres de Barrios Altos e La Cantuta matou ao todo 25 suspeitos de integrar a guerrilha Sendero Luminoso. A Justiça peruana depois concluiu que as vítimas não faziam parte do grupo guerrilheiro.

Fonte: Por Gazeta do Povo

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu