Doria se indigna com 10 passagens de assassino: ‘lugar de bandido é na cadeia’


João Doria em campanha nas ruas de Belém, no Pará.

Porto Velho, RO - O pré-candidato do PSDB a presidente da República, João Doria, informou nesta sexta-feira (29), em post nas redes sociais, que o criminoso preso por matar o jovem Renan em São Paulo, soma nada menos que dez “passagens” pelas polícia.



“Se estivesse na cadeia, o jovem Renan ainda estaria vivo”, escreveu Doria, para quem “bandido não é vítima da sociedade, a sociedade que é vítimas dos bandidos”.

O pré-candidato tucano propõe, em seu post, “endurecer as penas”. O ex-governador de São Paulo concluiu sua mensagem afirmando que “lugar de bandido é na cadeia”.

O bandido Acxel Gabriel de Holanda Peres, 23 anos, foi entregue à custódia do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), na Zona Norte da capital.

Ele assassinou Renan Silva Loureiro, universitário de 20 anos, trabalhava numa cafeteria e foi assassinado na frente a namorada.

Entre as dez “passagens criminais” pela polícia e nenhuma condenação, o bandido é acusado de roubo e receptação de produtos roubados, porte de arma, assalto etc. Ele tinha 12 anos quando cometeu o primeiro crime.
Doria visitou hoje cidades do Estado do Pará, visitando lideranças e gente simples, incluindo moradores ribeirinhos.

Fonte: DP Redação

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu