Velha guarda tucana ainda tenta ‘rifar’ João Doria


Bruno Araújo, responsável pelo fiasco das prévias do dia 21, discursando à frente de João Doria e Eduardo Leite.

Porto Velho, RO - O ex-governador de São Paulo João Doria enfrenta nova investida da “velha guarda” do PSDB, que tenta “rifar” sua candidatura a presidente, aproveitando-se da aliança dos partidos que irá anunciar, em 18 de maio, o representante do grupo para disputar o Planalto. 

Hostis a Doria, veteranos do PSDB exercem forte influência sobre o atual presidente do partido, e “costuram” por fora uma chapa liderada por Simone Tebet (MDB) e com o ex-governador gaúcho Eduardo Leite como seu vice.

Prévias no saco

A nota conjunta dos partidos, com a assinatura do presidente do PSDB, Bruno Araújo, na prática anula o resultado das prévias de novembro.

Prévias incluem vice?

A alegação meio debochada de quem tenta “rifar” Doria é que as prévias do PSDB definiram o candidato a presidente, não o seu vice.

Liderança improvável

A dúvida são as condições de Tebet. Logo ela, que mal registra nas pesquisas e não uniu nem o MDB ao tentar ser presidente do Senado.

Leite na armação

Apesar de haver afirmado “respeitar” as prévias, Leite estimula o uso do seu nome nas tentativas para “virada de mesa” do seu grupo derrotado.

Fonte: Por Cláudio Humberto

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu