Campanha de doação de leite materno é lançada em Porto Velho


Leite humano doado beneficiará recem nascidos em UTIs

Porto Velho, RO - Buscando incentivar um ato que pode salvar vidas, a Prefeitura de Porto Velho lançou, na manhã de quarta-feira (18), a campanha “Gotas de amor para um mundo melhor”. A ação faz parte do Dia Mundial de Doação de Leite Humano, que busca sensibilizar a sociedade sobre a importância do leite materno.

A campanha busca captar possíveis mulheres doadoras de leite humano. O objetivo é salvar a vida de recém-nascidos cujas as mães, por situações de saúde diversas, não podem amamentar seus filhos hospitalizados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro,

O lançamento da campanha, organizado na sede da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), contou com a presença dos gerentes das unidades de saúde, gerentes das unidades de média e alta complexidade do município, gestores de saúde da Secretaria Municipal de Saúde.

“Se cada um ajudar a salvar uma vida, formamos uma corrente do bem mais forte”, afirmou a secretária adjunta de Saúde, Marilene Penati, durante a abertura da campanha.

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Fundo das Nações Unidas para Infância (Unicef) apontam que cerca de 6 milhões de vidas são salvas por ano devido ao aumento das taxas de amamentação até o sexto mês de vida. Toda mulher que amamenta é uma potencial doadora do leite materno, basta ser saudável e não tomar nenhum medicamento que possa prejudicar a qualidade do leite e na amamentação do bebê.

“Os profissionais de saúde das unidades básicas e maternidade municipal Mãe Esperança, são orientados a identificarem aquela mãe com potencial para ser doadora de leite. Essas mães, depois de identificadas, são encaminhadas para o banco de leite humano Santa Ágatha, localizado no Hospital de Base dr. Ary Pinheiro.

Chegando lá, essas mulheres passam por consultas, realização de exames, análise laboratorial do leite materno, para que se dê o diagnóstico final para a doação”, explicou Rosimari Garcia, nutricionista e subgerente da saúde da criança do Departamento de Atenção Básica (DAB), da Semusa.

Fonte: Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu