Em apenas quatro dias, Rondônia Rural Show Internacional bate recorde ao ultrapassar R$ 1 bilhão em negócios

No setor de maquinários, a modernidade dos produtos impressiona e atrai o público

Porto Velho, RO
- A 9ª Rondônia Rural Show Internacional ultrapassou R$ 1 bilhão em negócios e 121 mil visitantes em apenas quatro dias de programação. O volume era estimado para os seis dias da feira, que está acontecendo no Parque Vandeci Rack, em Ji-Paraná, mas antecipadamente a meta foi superada. O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira (27), penúltimo dia do evento, pelo governador de Rondônia, Marcos Rocha.

‘‘Nosso Estado é forte e pujante, e ter atingido a meta da 9ª Rondônia Rural Show Internacional em apenas quatro dias, nos deixa muito felizes; isso mostra que estamos no caminho certo, em pleno desenvolvimento. Ainda temos mais dias pela frente, então, ainda há oportunidade para mais negócios. O Governo preparou uma estrutura com mais de 600 expositores, quatro praças de alimentação e estamos recebendo um grande público’’, comemora Marcos Rocha.


Rondônia Rural Show é uma grande oportunidade para pequenos e grandes produtores

‘‘A feira bate a meta de R$ 1 bilhão em volume de negócios como reflexo da pujança do agronegócio, da vontade dos nossos produtores de investir cada vez mais em tecnologias e implementar inovações no campo. Estamos na Rondônia Rural Show, com exposição de máquinas modernas e condições de pagamentos diferenciadas, o que proporciona bons negócios. Estamos muito felizes com os resultados até aqui. E nesses dois dias restantes, sexta e sábado, esperamos ainda mais resultados positivos’’, disse o gestor da Secretaria de Estado da Agricultura – Seagri, Janderson Dalazen.

O governador lembrou ainda dos grandes acontecimentos da maior feira da região Norte nos últimos dias, a exemplo do anúncio do investimento de empresários de Israel de U$ 80 milhões de dólares no projeto ‘‘Pride’’, que será uma mega fazenda de tambaqui da qual funcionará como um Centro de Conhecimento Sustentável, e deve gerar cinco mil empregos. Recordou ainda que foi na feira que ocorreu a entrega do primeiro blindado para a Segurança Pública do Estado.

Marcos Rocha disse ainda que a Rondônia Rural Show é uma grande oportunidade para pequenos e grandes produtores terem a visibilidade de seus produtos, inclusive para o mercado internacional. Para os expositores, são dias de bons negócios e para o público a oportunidade de levar inovação, tecnologia, conhecimento e boas práticas para dentro dos negócios rurais.

BOAS VENDAS


Ueslane Teixeira segurava nas mãos apenas as três amostras das balas de coco que restou. Ela vendeu toda a produção

Os setores responsáveis pelos grandes negócios foi o de maquinários e produtos agrícolas, mas foram dias de boas vendas para expositores de todos os eixos. Dona de uma agroindústria no município de Alta Floresta, Ueslane Teixeira, festejou a venda de produção. ‘‘Todos os anos que participamos da feira, aumentamos a quantidade de produtos para até o último, mas dessa vez, graças a Deus, apesar da grande quantidade que trouxemos, vendemos tudo até a tarde de quarta. Não esperava tanta procura’’, conta.

No pavilhão das agroindústria da feira, Fábio da Silva, com o estande de defumados, também comemorava as boas vendas. ‘‘Nos outros anos, o evento foi bom, mas nesta edição estamos batendo recorde. Como sou de Ji-Paraná, produzo todos os dias e trago uma média de 100 quilos por dia, entre salame, linguiça, bacon e torresmo, e todo dia vendo tudo, estou feliz. Rondônia Rural Show é sucesso’’, afirma o produtor.

Outro estande muito movimentado neste espaço é o de iogurtes. ‘‘É o primeiro ano que estamos trazendo para a feira os nossos iogurtes; antes trazíamos apenas queijos e derivados, e graças a Deus está sendo muito bem aceito, o público está gostando muito, indicando e voltando para comprar mais. Trouxe ontem cerca de mil litros de iogurte, e tudo é vendido. Estamos esperando que nesses últimos dias, as vendas sejam ainda mais aquecidas’’, disse Juber Gois, do município de Presidente Médici.

Proprietária de um parque aquático em Pimenta Bueno, Doraci Nuffi Pinheiro, aproveitou a feira para fazer bons negócios e adquirir mais conhecimento.


No stand de defumados, Fábio da Silva também comemorava as boas vendas

‘‘Essa é a segunda vez que participo, e dessa vez estou levando uma roçadeira moderna para cortar a grama do pátio enorme que temos. Estou aqui representando o setor do turismo do município. O turismo tem um potencial muito grande em nosso Estado e participei de palestras excelentes, onde aprendi como crescer mais, eu amei”, comenta Doraci Nuffi.

No setor dos maquinários, a modernidade dos produtos impressiona e atrai o público. ‘‘Estão sendo muito boas as vendas. Ontem, conseguimos bater a meta que tínhamos previsto para a feira toda. Passamos de 60 máquinas negociadas. Estamos aguardando saber como seria a reação das pessoas que ficaram esses dois anos sem ter a feira devido à pandemia, mas podemos constatar que todo mundo estava com muita vontade de vir e fazer negócios”, considera o gerente Fábio Back.

A pecuarista Vivi Alves que há cerca de três anos passou a investir também na lavoura de grãos, aproveitou a Rondônia Rural Show para levar maquinários modernos para a propriedade em Costa Marques. ‘‘Fiz ótimos negócios, estou levando trator, plantadeira e um pulverizador. Estou muito feliz! Essa feira é um excelente evento que o Governo está fazendo. Aqui temos oportunidade de ver muitos produtos e têm muitas palestras boas; ontem assisti umas três, isso acrescenta muito para a população’’, avalia.


Francisco Pereira vendeu três dos quatro reprodutores Nelore, que trouxe para a feira

No espaço de exposição dos animais, o veterinário Ualas Melgarejo do município de Jaru, comemora os bons negócios. ‘‘Trouxemos 12 touros com melhoramento genético, e no primeiro dia já vendemos seis, o que surpreendeu, pois só esperamos mais vendas no final da feira, e agora só restou um touro, que acreditamos que até o final da feira será vendido também’’.

Francisco Pereira trouxe para a Rondônia Rural Show quatro reprodutores Nelore das fazendas de Cacoal e Espigão do Oeste, e só restou um no penúltimo dia da feira.

‘‘As vendas estão boas. Todas as vezes que participamos é 100% de negócio. Isso é resultado da conscientização dos produtores quanto à necessidade do melhoramento genético, que torne o rebanho competitivo no mercado’’, completou.

Os negócios não param na feira. Na manhã de quinta-feira (27), estandes e corredores do parque estavam mais movimentados que nos dias anteriores e novas compras estão sendo realizadas.

‘‘Pode contabilizar R$ 1 bilhão e 25 mil; acabei de comprar um touro com melhoramento genético por R$ 25 mil’’, brinca o pecuarista do município de Ouro Preto do Oeste, Romilton Marinho, que reforçou a necessidade de trabalhar com tecnologia e inovação no agro.

Fonte: Governo de Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu