Novo conselheiro do TC: Governo e ALE conversam, mas assunto só é tratado nos bastidores


O Palácio Rio Madeira/CPA, contudo, mantém absoluto silêncio sobre o assunto. Sabe-se, contudo, que as conversas entre os dois poderes continuam sendo mantidas- 

Porto Velho, RO - A questão do nome do novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado continua em aberto, depois que a Assembleia Legislativa, praticamente por unanimidade, não aprovou o nome do contabilista Jailson de Almeida, indicado pelo governo rondoniense, para a função. Embora pouco tratado publicamente, o assunto ainda fervilha nos bastidores da política.

Ao que se ouve, vários motivos culminaram com a cisão, no episódio, mas, principalmente, o que teria havido foi a ausência de uma intermediação política. O assunto, contudo, deve voltar à baila em breve. O governo estaria estudando outros nomes, enquanto os deputados, ao menos até agora, mantém a decisão de aprovar apenas um personagem que seja comum aos dois poderes ou que seja indicado pela Assembleia.

Nos últimos dias, se ouviu várias e quase infinitas possibilidades. Uma delas, envolve o nome do ex-secretário de saúde, o médico Fernando Máximo, que poderia ser indicado. Nada, claro, de oficial, mas os rumores existem. Como há rumores de que vários deputados da atual legislatura estariam sendo indicados por seus colegas.

Na Assembleia, ao menos por enquanto, o nome mais citado continua sendo o do deputado Luizinho Goebel, mas fala-se também em Ismael Crispin e Cirone Deiró, entre outros. O Palácio Rio Madeira/CPA, contudo, mantém absoluto silêncio sobre o assunto. Sabe-se, contudo, que as conversas entre os dois poderes continuam sendo mantidas.

Fonte: Por Sérgio Pires

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu