Boris Johnson pode deixar o cargo depois de passar por voto de desconfiança


O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, fala durante uma reunião de gabinete em Londres, Grã-Bretanha, em 17 de maio de 2022. | Foto: EFE/EPA/Hollie Adams

Porto Velho, RO - O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, enfrentará um voto de desconfiança nesta segunda-feira (6), desencadeado por legisladores descontentes dentro do próprio partido.

O número de parlamentares do Partido Conservador pedindo a votação atingiu o mínimo necessário, de 54 legisladores, conforme informou Sir Graham Brady, presidente do Comitê de 1922, em comunicado. A votação está prevista para acontecer entre 18h e 20h do horário local (entre 14h e 16h no horário de Brasília).

Independentemente do resultado, o fato de tantos legisladores exigirem tal votação representa um momento decisivo para Johnson. É um sinal de profundas divisões conservadoras, menos de três anos depois que Johnson ter levado o partido à maior vitória eleitoral em décadas.

A liderança de Johnson foi abalada pelo chamado escândalo “Partygate”, com alegações de festas na sede do governo durante o lockdown, entre 2020 e 2021. O premiê também foi criticado por sua resposta à alta inflação.

Fonte: Por Gazeta do Povo

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu