Condenado em última instância, Geraldo da Rondônia perde mandato. Juiz federal já comunicou a decisão à ALE e ao TRE



Porto Velho, RO - Desta vez, não tem mais jeito! Com o processo transitado em julgado, ou seja, a condenação foi em todas as instâncias do Judiciário, sem direito a qualquer outro recurso, não há mais salvação para o mandato do controverso Geraldo da Rondônia. O juiz Walisson Cunha, da 3ª Vara da Justiça Federal já comunicou a decisão tanto à Assembleia Legislativa quanto ao Tribunal Regional Eleitoral. Geraldo foi condenado em definitivo em um dos muitos processos a que responde. 

Neste caso, a pena de dois anos de prisão e perda do mandato parlamentar, foi em função uma das acusações de crime contra a ordem tributária, ou seja, sonegação de impostos federais. Ele responde a outros processos, também na Justiça estadual, por sonegação de tributos devidos ao Estado. 

Os advogados Juacy Loura Júnior e Ferreira Neto, que representam o suplente de Geraldo, o ex-deputado Jesuíno Boabaid, já enviaram documento à Mesa Diretora da Assembleia, pedindo que seja marcada a data da posse de Boabaid. Geraldo da Rondônia já se envolveu em várias ocorrências e responde a vários processos por todas elas. Num dos casos mais rumorosos, ele foi retirado de um avião que sairia do aeroporto internacional de Porto Velho, porque se negou a usar máscara, durante a pandemia de Coronavirus. 

O parlamentar já tem outras condenações, mas a que ainda cabem recursos, seja em segunda, seja em última instância. Mas, nesse caso específico, a condenação é definitiva e a perda do mandato também.

Fonte: Por Ségio Pires

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu