Marcos Rogério: VEJA diz que “Pit bull” de Bolsonaro tem vida difícil na briga por Governo de Rondônia


Veiculação nacional foi feita após divulgação da pesquisa publicada pelo instiuto Real Time Big Data

Porto Velho, RO – A coluna Maquiavel, veiculada pela versão online da revista VEJA, publicou a seguinte matéria na última quinta-feira (16):


“‘Pit bull’ de Bolsonaro na CPI tem vida difícil na briga por governo de RO”, referindo-se ao senador de Rondônia Marcos Rogério, do PL, correligionário do presidente da República Jair Bolsonaro.

O texto fala sobre o resultado da pesquisa encomendada pela Rede Record de Televisão e realizada pelo instituo Real Time Big Data.



Rogério surgiu em segundo lugar, com 18% das intenções de voto, bem atrás do atual govenador Coronel Marcos Rocha, do União Brasil, com 32%.

Pesquisa: Marcos Rocha tem 32% das intenções de voto para o Governo de Rondônia; Rogério 18%; e Léo Moraes 10%

“O senador Marcos Rogério (PL-RO), que ganhou notoriedade como um dos principais defensores do governo de Jair Bolsonaro (PL) na CPI da Pandemia, terá vida difícil na sua missão como pré-candidato ao governo de Rondônia. Segundo a pesquisa divulgada do instituto Real Time Big Data, ele tem 18% das intenções de voto e está atrás do atual governador e favorito à reeleição, Marcos Rocha (União Brasil), que conta com 32%. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos”, diz a VEJA.

Que prossegue:

“Marcos Rogério, até então um parlamentar pouco conhecido, ganhou notoriedade na defesa da gestão sanitária do governo e protagonizou vários momentos de atrito com a oposição nas sessões da CPI, a maioria transmitida ao vivo pela TV e pelas redes sociais. Por essa postura, ganhou o apelido de “Pit Bull” do bolsonarismo. Agora, com o apoio do presidente, tenta se aproveitar da visibilidade adquirida para se tornar governador”.

VEJA A ÍNTEGRA EM
‘Pit bull’ de Bolsonaro na CPI tem vida difícil na briga por governo de RO (CLIQUE AQUI E ACESSE)

DADOS

A pesquisa foi realizada no dia 11 de junho com 1.500 eleitores de Rondônia. A margem de erro é de 3 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob o código RO-00114/2022

Fonte: Por Rondoniadinamica

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu