MERCADO Boi gordo fecha dia com preços mais altos e negociações acima da média


Boi gordo. Foto: Lenito Abreu/Governo do Tocantins

Porto Velho, RO - O mercado físico do boi gordo registrou preços mais altos em algumas regiões nesta terça-feira (28). Segundo o analista de Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, novamente houve negociações acima da referência média.

“A oferta de animais terminados permanece restrita, mantendo os frigoríficos em dificuldade para compor suas escalas de abate, que atendem entre quatro e cinco dias úteis em média. O ambiente de negócios ainda sugere pela continuidade deste movimento. A demanda por animais que cumprem os requisitos de exportação com destino ao mercado chinês segue aquecida, com esse tipo de animal carregando ágio de até R$ 30 na comparação com animais destinados ao consumo doméstico”, assinalou.

Com isso, em São Paulo, Capital, a referência para a arroba do boi ficou em R$ 327,00 na modalidade à prazo. Em Dourados (MS), a arroba foi indicada em R$ 299,00. Em Cuiabá, a arroba ficou indicada em R$ 294,00. Em Uberaba, Minas Gerais, preços a R$ 320,00 por arroba. Em Goiânia, preços a R$ 305,00 a arroba.

Boi gordo no atacado

O mercado atacadista apresentou preços firmes. O ambiente de negócios sugere para maior propensão a reajustes na virada de mês, período que conta com maior apelo ao consumo. O padrão de consumo delimitado para 2022 ainda aponta para avanços da demanda em relação a proteínas mais acessíveis, a exemplo do frango e do ovo propriamente dito.

O quarto dianteiro permanece com preço de R$ 17,55 por quilo. A ponta de agulha permaneceu precificada a R$ 17,10 por quilo. O quarto traseiro ainda é cotado a R$ 22,65 por quilo.
Câmbio

O dólar comercial encerrou a sessão em alta de 0,61%, negociado a R$ 5,2670 para venda e a R$ 5,2650 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,1890 e a máxima de R$ 5,2790.

Fonte: Por Agência Safras

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu