Orçamento atual para proteção a indígenas é o dobro do governo Lula


Em 2022, os recursos para proteção de índios isolados e de recente contato aumentaram 335%.

Execução orçamentária, que chegou a 99,5% em 2021, foi de 83% na PT

Porto Velho, RO - Ativistas e políticos de oposição têm criticado a atuação do governo na Amazônia, sobretudo após o crime no vale do Javari, mas o governo federal melhorou os instrumentos e fez do orçamento da Funai, em 2021, o maior dos últimos 14 anos, alcançando R$691 milhões.

A título de comparação, o orçamento atual da Funai equivale ao dobro do que o orçamento dedicado à proteção dos indígenas em 2008 pelo governo Lula (PT), que não passou dos R$381 milhões.

Outro diferencial é a execução orçamentária, que desde 2019 atinge a média de 97,7%%. Em 2021, foram executados quase 99,5% do orçamento do governo federal, efetivamente aplicados em políticas e ações de proteção aos indígenas.

Em 2008, governo Lula, a Funai executou 86% do seu orçamento. Em 2015, governo Dilma, 82,3% do orçamento foi executado.

Com maior grau de gerenciamento na aplicabilidade do gasto público, foi possível registrar números expressivos.

O investimento em proteção de índios isolados e de recente contato aumentou 335% nos últimos três anos em comparação com o período anterior (2016 a 2018). Foram mais de R$51 milhões empregados.

Fonte: DP Redação

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu