Papo de Bolsonaro e Fernández encerra mal-estar


Bolsonaro procurou o argentino, com quem sempre teve relações difíceis, e conversaram amistosamente por cerca de 30 minutos, dez deles a sós

Porto Velho, RO - O presidente Jair Bolsonaro se movimentou bem na sala vip onde se encontravam os chefes de governo que foram à Cúpula das Américas, nos Estados Unidos. Ele teve a iniciativa de se dirigir ao presidente argentino Alberto Fernández, com quem sempre teve relações difíceis, e os dois conversaram amistosamente por cerca de 30 minutos, dez deles a sós. A reunião foi celebrada pelo ministro das Relações Exteriores, embaixador Carlos França, também presente ao evento internacional.

Somando esforços

Bolsonaro e Fernández falaram em somar esforços no agro, para ter voz mais firme no mercado global, e de integração energética (gás natural).

Bem à vontade

O presidente brasileiro conversou também com Iván Duque (Colômbia), Mario Adbo (Paraguai), Guillermo Lasso (Equador) e Ali Irfhan (Guiana).

Reuniões bilaterais

Se nesta quinta-feira o papo foi informal, nesta sexta, o brasileiro se reunirá formalmente com seus colegas da Colômbia e do Equador.

Sem ‘isolamento’

A desenvoltura de Bolsonaro entre os demais chefes de governo e de estado não lembrava o “isolamento” a que se referem seus opositores.

Fonte: Por Cláudio Humberto

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu