ENTREVISTA Milho: produtor de Sorriso (MT) colhe mais de 210 sacas por hectare

Porto Velho, RO - O amor pelo campo estava no sangue e falou mais alto! Engenheiro mecânico formado, Cristian Dalben trocou a futura profissão pela agricultura, dando sequência ao trabalho da família que migrou de Santa Catarina para o Cerrado mato-grossense em 1998.



Pouco mais de duas décadas depois dessa mudança, o jovem produtor abre as portas da fazenda para a equipe do projeto Mais Milho para revelar como tornou-se referência em produtividade na região de Sorriso, município que mais produz soja e milho no país.

No bate-papo com Glauber Silveira em pleno milharal, Dalben fala sobre sucessão familiar e a relação com o pai nas tomadas de decisões sobre o futuro do negócio. Também explica como adquiriu e como atualiza o conhecimento para manter a propriedade rentável mesmo em períodos de custos elevados.

Entre as estratégias, está o investimento constante no solo e em cultivares com alto potencial produtivo. Combinação que tem garantido produtividade média entre 75 e 90 sacas por hectare nas lavouras de soja e de até 160 sacas por hectare na segunda safra de milho, com talhões superando a marca de 210 sacas por hectare.

Segundo o produtor, o resultado do alto desempenho também é decorrente da maior adubação das áreas de milho. “Quando começamos a adubar mais e tirar mais produtividade de milho, mesmo sobrando o mesmo tanto de sacas por hectare, a nossa soja subiu 20 sacas de produção. Então, onde você vai colher mais milho, você também vai colher mais soja”, conta.

+Veja também:
Conheça o produtor que planta floresta para biomassa e confina bois usando DDG úmido

*Sob supervisão de Luiz Patroni

Fonte: Por Ana Moura, de Cuiabá

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu