ESPERANÇA Boi: desvalorização do real pode trazer alta nos preços


O mercado físico de boi gordo registrou preços estáveis nesta quarta-feira (20).

Porto Velho, RO - Dessa maneira, houveram algumas tentativas de compra abaixo da referência média na região Norte. Já no restante do Brasil, o mercado operou com uma ou outra negociação acima da referência média envolvendo animais padrão China.

Segundo o analista de Safras & Mercado Fernando Henrique Iglesias, essas negociações foram mais comuns em São Paulo. O processo de desvalorização do real pode ser um fator relevante para a retomada da alta dos preços do boi gordo, tornando a conta das exportações mais vantajosas, comenta. As cotações permaneceram inalteradas.Boi come sal: você sabe por quê? Confira aqui

O comentarista ainda afirma que já a partir de agosto o mercado contará com novos elementos de alta, a começar pelo aquecimento da demanda doméstica, com o Dia dos Pais atuando como motivador do consumo de carnes em todo o país.

Dessa maneira, em São Paulo (SP), a referência para a arroba do boi foi para R$ 317. 

Já em Dourados (MS), os preços ficaram em R$290.

Ao mesmo tempo, em Cuiabá (MT) a arroba de boi gordo caiu R$1 e teve preço de R$ 290. 

Por outro lado, em Uberaba (MG), os preços ficaram em R$295.

Finalmente, em Goiânia (GO), preços em R$ 290 a arroba.

Boi: mercado atacadista


O mercado atacadista também continuou a operar com preços em queda.

Segundo Iglesias, o ambiente de negócios volta a sugerir pela continuidade deste movimento no curto prazo, algo compreensível em linha com uma demanda fraca e reposição mais lenta entre atacado e varejo durante a segunda quinzena do mês.

Além disso, outro ponto a ser considerado está na potencial melhora dos preços ao longo da primeira quinzena de agosto. O Dia dos Pais é uma data comemorativa que costuma motivar a demanda por carne bovina, por consequência estimulando a reposição entre atacado e varejo, aponta.Febre aftosa na Indonésia preocupa a Austrália

Dessa maneira, o quarto dianteiro do boi caiu e teve preço de R$ 16,80, assim como a ponta de agulha caiu a R$ 16,70.

Por fim, o quarto traseiro do boi também caiu e ficou em R$ 22,20 por quilo.

Fonte: Por Agência Safras

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu