DEBÊNTURES E CRAS Atacadão vai investir R$ 1,5 bi em compras diretas de produtores rurais


Alimentos in natura são sugeridos pelo governo federal | Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil


Porto Velho, RO
- O Atacadão, braço de atacado do Grupo Carrefour, fará uma grande emissão de debêntures, no valor total de R$ 1,5 bilhão. Os recursos serão usados para a compra de alimentos in natura diretamente de produtores rurais. As informações constam em comunicado divulgado no fim da noite de sexta-feira (29).

Segundo o documento, as debêntures serão do tipo simples, quirografárias (sem garantia real de pagamento) e não conversíveis em ações. A operação de financiamento do Atacadão terá colocação privada. Ou seja: os títulos de dívida não serão oferecidos ao mercado em geral. Em vez disso, a subscrição e integralização dos títulos será feita integralmente pela Vert Securitizadora.

Com isso, a Vert será a única titular das debêntures da rede varejista, passando a ser credora de todas as obrigações, principais e acessórias, devidas pela emissora. A emissão das debêntures será acompanhada de uma operação de securitização que resultará na emissão de certificados de recebíveis do agronegócio (CRAs) em até três séries pela Vert. Os direitos creditórios do agronegócio devidos pelo Atacadão serão vinculados como lastro dos CRAs, segundo o documento.

Atacadão e os CRAs


Foto: Ceagesp

Os CRAs serão distribuídos por meio de oferta pública de distribuição, em regime de garantia firme de colocação para o volume total. Será uma das maiores emissões de CRAs do ano.

As emissões desse tipo totalizaram R$ 16,1 bilhões no primeiro semestre, de acordo com a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

Fonte: Por Estadão Conteúdo

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu