GUERRA NA EUROPA Empresário ucraniano da área de cereais é morto em ataque russo


Oleksiy Vadatursky: empresário foi morto em ataque russo | Foto: Nibulon/Divulgação

Porto Velho, RO - Um empresário da área do agronegócio entrou para a lista de vítimas da guerra entre Ucrânia e Rússia, que se arrasta desde fevereiro. No último fim de semana, o milionário ucraniano Oleksiy Vadatursky, que atuava na área de cereais, foi morto em ataque promovido por forças russas, informou a agência de notícias alemã Deutsche Welle.

De acordo com as informações da imprensa internacional e as autoridades locais, Vadatursky foi atingido por mísseis. Ele estava em casa, na cidade de Mykolaiv (sul da Ucrânia), quando o ataque ocorreu. A mulher dele, Raisa Mykhailivna, também foi morta na operação, que contou com lançamentos de morteiros.

Aos 74 anos de idade, Vadatursky tinha fortuna avaliada em US$ 430 milhões, segundo a Forbes, o que o colocava na lista de 30 pessoas mais ricas da Ucrânia. Ele era dono da Nibulon, empresa que atua na produção e exportação de cereais como cevada, milho e trigo. A companhia, que em 2021 embarcou 5,64 milhões de toneladas de produtos agrícolas para 21 países, também controla navios e estaleiros.

“[Contribuição] para o desenvolvimento da indústria agrícola e de construção naval”

Comandante militar ucraniano da região, Vitaliy Kim lamentou a morte do milionário. De acordo com ele, o empresário foi responsável por contribuir diretamente “para o desenvolvimento da indústria agrícola e de construção naval” do país do leste europeu. para ele, “é inestimável” o quanto o dono da Nibulon ajudou no desenvolvimento da região. Em 2007, Vadatursky havia sido condecorado como “Herói da Ucrânia”, justamente pelo seu trabalho no agronegócio local.

Outros alvos da Rússia



Guerra na Ucrânia. Foto: Sergei Malgavko/TASS

Oleksiy Vadatursky e Raisa Mykhailivna não foram os únicos alvos do ataque feito pela Rússia na noite de domingo (31). Autoridades ucranianas afirmam que um total de 12 mísseis foram lançados em outros pontos da cidade de Mykolaiv. Um complexo esportivo, um hotel, um posto de combustível e duas escolas teriam sido atingidos pelas forças militares comandadas por Vladimir Putin.

Ataque depois de acordo


Foto: Reprodução

O ataque que matou o empresário Oleksiy Vadatursky ocorreu cinco dias após Rússia e Ucrânia darem mais um passo rumo ao acordo para a liberação de exportação de grãos a partir de portos ucranianos no Mar Negro. Na última terça-feira (26), um centro para embarques foi instalado na Turquia, com a anuência dos dois país em guerra, que chegaram celebrar um acordo diante de representantes da ONU.

Na sexta-feira (29), o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, chegou a demonstrar entusiasmo com a retomada da exportação a partir desta segunda-feira (1º). “É importante para nós continuar garantindo a segurança alimentar global”, declarou na ocasião. Até agora, no entanto, autoridades russas e ucranianas não comentaram como ficará o acordo assinado na semana passada. A informação é que, apesar do ataque com míssil, o primeiro navio com grãos deixou a Ucrânia na manhã desta segunda-feira.

Fonte: Por Canal Rural

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu