RECURSOS PARA O PRODUTOR BNDES vai alocar algo perto de R$ 25 bilhões para o Plano Safra


Foto: Ministério da Agricultura

Porto Velho, RO
- O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai alocar algo perto de R$ 25 bilhões para o Plano Safra 2022/2023. Foi o que disse na quinta-feira (4) o diretor do banco de fomento, Bruno Laskowisky.Leia as últimas notícias de Economia no site do Canal Rural

O executivo, que participou da cerimônia de posse das novas diretorias da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) e do Sindicato Nacional da Indústria de Máquinas (Sindimaq), disse que em apenas uma semana o BNDES liberou R$ 8 bilhões do total que tem provisionado para o Plano Safra.

Laskowisky também fez questão de pontuar que o BNDES libera por ano em crédito algo como R$ 70 bilhões. De acordo com ele, metade deste montante é destinada às pequenas e médias Empresas (PMEs).

“Esse ano a gente vai liberar alguma coisa perto de R$ 33 bilhões [para máquinas e equipamentos]” — Bruno Laskowisky

“No ano passado, para máquinas e equipamentos, via Fundo de Financiamento para Aquisição de Máquinas e Equipamentos Industriais (Finame), a gente liberou algo perto de R$ 26 bilhões. Esse ano a gente vai liberar alguma coisa perto de R$ 33 bilhões”, disse o diretor da instituição.

Diretor do BNDES fala da Abimaq


Foto: Agência Brasil

Bruno Laskowisky parabenizou o empresário João Carlos Marchesan, que deixa a presidência do conselho da Abimaq. Nesse sentido, o diretor do banco de fomento desejou sorte ao novo presidente da entidade, Gino Paulucci, que assume para o próximo quadriênio.

“Um banco de desenvolvimento tem ativos em capital humano” — Bruno Laskowisky


“Essa parceria do BNDES e Abimaq vem de muito tempo e é uma parceria que transforma e gera conhecimento. Um banco tem ativos financeiros, claro que sim, afinal é um banco. Mas um banco de desenvolvimento tem ativos em capital humano, um banco de desenvolvimento pensa em impactos. Vê o que acontece de melhorias lá na frente, o que acontece de geração de emprego e melhoria de educação”, disse Laskowisky.

Fonte: Por Estadão Conteúdo

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu