Força-tarefa faz operação contra garimpo ilegal em terra indígena

PF

O garimpo ilegal destrói a vegetação, contamina os rios com mercúrio (utilizado na separação do ouro), além de alterar o fluxo das águas na região

Porto Velho, RO - A Polícia Federal, em operação conjunta com a PRF, o Exército Brasileiro, Funai, Força Nacional e Ciopaer, deflagrou a Operação Alfeu V.

O objetivo da força-tarefa é desocupar o garimpo ilegal na Terra Indígena Sararé, localizada entre os municípios de Conquista D´Oeste, Nova Lacerda e Vila Bela da Santíssima Trindade, no Oeste de Mato Grosso.

Indígenas da etnia nambikwara são pressionados, há 30 anos, por garimpo ilegal de ouro na região.

Os policiais cercaram a Terra Indígena e bloquearam os acessos, a fim de coibir a prática ilegal do garimpo.

Mais de 100 agentes públicos das diversas forças atuam na operação no momento, incluindo aeronaves e embarcações públicas.

O objetivo da Polícia Federal é apreender as máquinas utilizadas no processo de garimpo e identificar os responsáveis e ocupar a região, de forma a fazer cessar a atividade garimpeira e evitar uma nova onda de mineração irregular na terra indígena.

Destaca-se que a operação é subdividida em duas fases.

A primeira fase se iniciou às 6h deste sábado (19) março e será finalizada na segunda-feira (21), às 6h.

Essa fase é constituída pela busca de maquinários que são utilizados no garimpo ilegal, bem como a destinação desses equipamentos, se for o caso, para as prefeituras da região.

A segunda fase será composta pela destruição e inutilização dos maquinários queforem inviáveis a retirada da área do garimpo.

A decisão de destruição dos maquinários é da 2ª Vara de Justiça Federal de Cáceres (225 km a Oeste de Cuiabá) .

O garimpo ilegal promove a destruição da vegetação local, a contaminação dos rios com mercúrio (utilizado na separação do ouro), além de alterar o fluxo das águas na região.

A Polícia Federal lembrou que tem trabalhado na preservação da fauna e flora brasileira, protegendo as terras públicas da união e coibindo crimes ambientais, como o desmatamento, a extração ilegal de minério e a usurpação de bens da União.

Fonte: Da Redação DC

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu