Após frustrações, Kassab garante que PSD terá candidato próprio a presidente


Ex-ministro Gilberto Kassab, presidente nacional do PSD - Foto: reprodução do canal da Rádio Bandeirantes.

Porto Velho, RO - O PSD continua determinado a ter candidatura própria à presidência da República, segundo garantiu na manhã desta segunda-feira (11) o seu fundador e presidente nacional, ex-ministro Gilberto Kassab.

Articulador político respeitado, Kassab já fez três apostas erradas em candidaturas próprias do PSD, a começar do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, que, roda-presa, não conseguiu sair do lugar e acabou desistindo.

Outra aposta de Kassab foi o ex-governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite, que, mesmo derrotado nas prévias seguia participando de conspirações para “virar a mesa” no PSDB. Convidado a ser candidato pelo PSD, Leite também “roeu a corda”.

Uma terceira hipótese considerada por Kassab foi a do ex-governador capixaba Paulo Hartung, que logo informou não estar disposto a assumir uma candidatura presidencial.

Entrevistado nesta segunda-feira no Jornal Gente, da Rádio Bandeirantes, Kassab disse que, a partir de agora, será aberto um debate interno para a escolha de um novo nome pelo PSD.

O ex-ministro disse que a opção se justifica pela decisão do partido de fortalecer a própria identidade.

Mesmo insistindo na candidatura própria, o PSD admite fazer alguma aliança já no primeiro turno, caso não encontre um nome para concorrer à presidência pelo partido. Gilberto Kassab também admitiu uma aliança com Ciro Gomes, do PDT.

Gilberto Kassab foi entrevistado no Jornal Gente da Rádio Bandeirantes pelos jornalistas Thays Freitas, Sonia Blota, Pedro Campos e Cláudio Humberto.

Fonte: DP Redação

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu