Abertura de novos empreendimentos deve aquecer setor imobiliário de Porto Velho



Porto Velho, RO - Um novo aquecimento nos setores imobiliário e da construção civil está previsto para acontecer nos próximos dois anos em Porto Velho. A informação chega com o surgimento de seis novos empreendimentos, entre eles, quatro condomínios e dois loteamentos, ambos em grandes áreas urbanas.

Edmir Brasil, secretário municipal de habitação e urbanismo


Os processos das novas aberturas comerciais estão em andamento junto a Secretaria Municipal de Regularização Fundiária, Habitação e Urbanismo (Semur). Com uma área regular, o adquirente passa a ter a segurança jurídica para emitir licença de obras, fazer um financiamento e tirar o Habite-se.

Segundo o titular da Semur, Edmir Monteiro Brasil Neto, serão beneficiados com os investimentos as zonas Norte, Sul e Leste. “Esses empreendimentos têm características de interesse social, ou seja, terão mais facilidades de aquisição pela população. Além disso, contará com uma arquitetura moderna”, afirma.

Edmir lembra que, desde o início da gestão do prefeito Hildon Chaves, há um empenho na solução de gargalos nos trâmites de liberação das áreas de expansão urbana. “Pendências administrativas foram solucionadas e a Prefeitura está focada em resolver outras em vários condomínios que foram construídos. A liberação busca proporcionar benefícios e fortalecer o aquecimento da economia”, destaca.

A abertura de novos empreendimentos contribui na promoção do desenvolvimento econômico, entre eles, o comércio, contratação de profissionais da área de arquitetura, a contratação de mão de obra especializada (engenheiros, pedreiros, ajudantes, entre outros).

Corretor comemora a procura de clientes por imóveis em Porto Velho

SETOR

Para quem atua no ramo há tempos, Porto Velho vive um momento de ascensão demográfica e estabilidade econômica. Os fatores têm gerado grande procura por imóveis.

“Nesse caminho de valorização do mercado, a Prefeitura tem se modernizado muito ao trazer facilidades ao contribuinte, bem como para o corretor de imóveis, tanto na Secretaria Municipal de Fazenda quanto na Secretaria Municipal de Urbanização e Regularização Fundiária. Todos os envolvidos que precisam regularizar seus imóveis encontram amparo neste momento”, explica Ailton Andrade, corretor de imóveis em Porto Velho, ao comemorar o aquecimento no setor após o período pandêmico.

LEI


Esses avanços, considerados importantes e estratégicos à cidade, atendem os dispositivos da Lei Nº 2.897, de 16 de dezembro de 2021, sancionada por Hildon Chaves que assegura a regulamentação das zonas especiais de interesse social conforme prevê o Plano Diretor do Município.

Fonte: O Observador

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu