PIB, superávit, confiança: os indicadores positivos da economia


Sinais de reação da economia brasileira pós-pandemia de Covid são evidentes| Foto: Raphael Ribeiro/Banco Central do Brasil

Porto Velho, RO
- O ex-presidente Lula, no 1º de maio, disse que vai sugerir, como presidente do Brasil, uma moeda latino-americana. Isso significa que nós vamos subsidiar a moeda da Venezuela, da Argentina, de Cuba.

Economia reage


Enquanto isso, ao contrário do mundo, o país está com um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 4,8% nos últimos 12 meses. O mundo inteiro está sofrendo com inflação, reação no crescimento econômico, juros altos. As contas públicas estão com resultado positivo, a dívida pública bruta está equivalente a 79,2% do PIB. Já esteve em 88,6% e os "masoquistas" diziam que ia passar de 90%. Não deu!

Pela primeira vez em oito anos, o superávit primário chegou a R$ 3,5 bilhões. O índice de atividade econômica cresceu 0,34% e a confiança empresarial da Fundação Getúlio Vargas é a maior dos últimos cinco meses: 2,7 pontos entre março e abril.

Exploração no Mero

A Petrobras começou, nesta segunda-feira (2), a extrair petróleo e gás do poço da plataforma do pré-sal no campo Mero, na bacia de Santos (SP). É a plataforma Guanabara, que tem 332 metros de comprimento, 102 toneladas de peso e está a quase 2 mil metros de profundidade e a 150 quilômetros da costa.

Até o fim do ano, deve permitir a retirada de 180 mil barris de petróleo e 12 milhões de m³ de gás por dia, que vai servir para produzir energia elétrica, movimentar indústrias e para produzir nitrogenados de fertilizantes para a agricultura.

Aposta na Amazônia

O empresário sul-africano Elon Musk, da SpaceX, que por sua vez tem a Starlink, com satélites em órbita baixa, está interessado em melhorar as comunicações na Amazônia. Haverá internet banda larga para tudo: hospitais, postos médicos, aldeias de indígenas, reuniões empresariais... O anúncio foi feito pelo governo do Amazonas e o interesse de Musk significa que ele acha que a Amazônia pode ter um desenvolvimento sustentável, apostando no Brasil.

Pedido de desculpas

Ainda falando sobre 1º de maio, eu quero saber se vocês ouviram de algum prefeito ou governador um pedido de desculpas por terem impedido o trabalhador de levar pão e leite para os seus filhos durante a pandemia.

Isso foi uma crueldade e uma ilegalidade, porque o Supremo Tribunal Federal dizer que eles poderiam tolher um direito constitucional não significa que a Constituição se ajoelhou. Ainda está lá que é livre o acesso ao trabalho e o direito de ir e vir de todo os brasileiros.

Emaranhado de fios


Os postes de luz nas nossas cidades viram cada vez mais um emaranhado de fios, sustentando além dos fios originais de energia elétrica, os fios que vieram depois pela brasilidade do "gato", a ligação clandestina. Agora tem ainda cabos de provedores de fibra óptica.

Tudo isso deveria vir por baixo da terra. Postes só mesmo para iluminação pública, porque além de feio, é perigosíssimo continuar do jeito que está. A Anatel e a Aneel dizem que querem acabar com isso, mas estipularam meta muito tímida. Em dez anos, reduzir só 30%. Deveriam acabar com isso 100% em cinco anos.

Fonte: Por Alexandre Garcia

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu