Corpo de Bombeiros orienta população sobre os cuidados em balneários no verão amazônico


Durante o verão, os níveis dos rios costumam baixar e os bancos de areia se tornam um risco para acidentes envolvendo banhistas


Porto Velho, RO - Foi iniciado na quinta-feira (2), o curso de nivelamento para todos os mergulhadores que integram a corporação do Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia – CBMRO. É uma instrução de requalificação e treinamento, que já faz parte do calendário anual e que tem o objetivo de orientar a respeito das medidas de segurança, atividades de mergulho, padronização de técnicas utilizadas e esclarecer dúvidas sobre o manuseio dos equipamentos.

O curso contém instruções teóricas e práticas, em áreas de banho. Com a chegada do período de verão amazônico, e com a pandemia em situação estável, as pessoas começam a frequentar balneários e a partir daí, aumentam os riscos de acidentes e afogamentos em piscinas e rios da região. Com isso, as demandas de resgate passam a ser frequentes.

O diretor do Centro Integrado de Controle e Comando – CICC, Clivton Reis, que também é mergulhador do CBMRO, explica que a população deve ter ainda mais cuidado, principalmente neste período em que muitas pessoas frequentam os balneários e áreas de rios.

“Todos os cuidados devem ser tomados, principalmente durante a travessia de pontes, seja de carro ou moto, para que sejam evitadas fatalidades. Com a chegada do período de verão amazônico, também começam a aparecer inúmeros bancos de areia devido ao nível baixo das águas e aumenta a visita a esses locais”, disse Clivton Reis.


Corpo de Bombeiros orienta sobre as idas em balneários e locais com piscina

Em relação aos bancos de areia existentes, o diretor do CICC orienta que os banhistas devem evitar. O motivo é que a maioria deles aparenta estar em locais rasos, porém, o risco de incidentes passa a ser ainda maior nesta época do ano. “Ao ir a essas prainhas formadas por bancos de areia, ainda mais com crianças, a população deve estar atenta e sempre ter um adulto responsável por perto o tempo todo”.

Clivton Reis salienta ainda que todos os locais de banho precisam ter um guarda-vidas, para garantir a segurança dos frequentadores e evitar tragédias. “O Corpo de Bombeiros possui hoje a Instrução Técnica – 16, que aponta sobre a obrigatoriedade de disponibilizar guarda-vidas em locais de piscinas e balneários e também, uma das principais ocorrências atendidas são com relação ao uso de bebidas alcoólicas”.

“É uma importante instrução, pois a atividade de mergulho é a segunda mais arriscada do mundo e estamos realizando essa atualização em todos os polos do Estado, como Cacoal, Ji-Paraná, Vilhena. A intenção é aprimorar as técnicas para prestar um serviço de qualidade para a população e assim, garantir a segurança de todos”, disse Clivton Reis.

Fonte: O Observador

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu