Dias propõe alterar escolha de ministros do STF para evitar ‘suspeição’


Senador Alvaro Dias. Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Porto Velho, RO
- Em pronunciamento na tribuna do Senado, Álvaro Dias (Podemos-PR) criticou a decisão da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) de confirmar a cassação do deputado estadual Fernando Francischini. Para o senador, a lei retroagiu para prejudicar o parlamentar estadual paranaense.

Dias apontou que há uma “suspeição generalizada” em torno de decisões do STF e, para o senador, isso “é consequência da indicação política”

“A suspeição que perdura é consequência da indicação política. Por exemplo, o PT indicou sete dos 11 ministros. Obviamente quando você anula sentenças que envolvem um líder petista, fica a impressão que houve suspeição… que houve interesse”, disse Álvaro Dias nesta segunda-feira (13), no Senado Federal

Para eliminar o que classifica como suspeição, Dias propôs que o Judiciário vote em um nome, o Ministério Público escolha outro, assim como a Advocacia. Seria então formada uma lista tríplice de nomes para o STF, entre os quais o presidente da República escolheria o ministro.

“Que se estabeleça, ao invés da indicação política, a força da meritocracia”, propôs o senador.

Fonte: Por Tiago Vasconcelos

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu