Frente Democrática fragilizada em Rondônia, decisão de Nazif pode romper parceria, deputado Léo Moraes percorre o interior contatando lideranças


A íntegra da coluna redigida pelo jornalista Waldir Costa

Porto Velho, RO - Pré-campanha – O deputado federal e presidente regional do Podemos, Léo Moraes esteve na última semana percorrendo vários municípios do interior. Léo é pré-candidato a governador, tem domicílio eleitoral em Porto Velho, onde já foi vereador e passou pela Assembleia Legislativa. Após definir que é pré-candidato tem visitado com regularidade lideranças políticas da capital e do interior, para poder montar seu Plano de Governo, dentro da realidade de cada região. É um nome de considerável expressão eleitoral e, caso consiga montar uma nominata tendo um vice do interior, de preferência uma liderança feminina deverá figurar entre os mais bem votados à sucessão estadual, onde a meta é chegar ao segundo turno, pois as chances são mínimas de eleição de o governador no primeiro turno.

Assessoria – O assunto é delicado, mas como estamos em pré-campanha para as eleições de outubro próximo é fundamental que os candidatos tenham informações reais sobre a situação eleitoral de cada região, não o que os candidatos querem ouvir. É essencial, que o candidato tenha uma assessoria e não um grupo de “lambe-botas”, como o mestre e amigo Carlos Sperança, decano da imprensa de Rondônia, diz sobre as pessoas pegajosas, melosas, puxa-sacos e não um assessor que pesquise, analise, discuta e traga para o assessorado a realidade da situação. Não a que ele deseja. Somente com dados reais em mãos é possível montar uma estratégia de campanha eficiente e que seja coroada de êxito. Saber da realidade, após a votação, não é o melhor caminho. Mas, como puxa-sacos e formigas têm em todo lugar...

Frente – Pelo andar da carruagem a Frente Democrática, que tem o PSB, PT, PV, PCdoB e Solidariedade em Rondônia poderá ser desfeita. Segundo o jornalista Roberto Kuppê, LulaPetista de carteirinha, do site “Mais Rondônia”, a Frente Democrática poderá implodir, porque o deputado federal e presidente regional do PSB, Mauro Nazif pretende concorrer como pré-candidato ao Senado e não à reeleição. Ocorre que o grupo já tem como pré-candidato ao Senado o ex-governador, Daniel Pereira, que preside o Solidariedade no Estado, que já deixou a presidência do Sebrae-RO e está empenhado na pré-campanha mantendo contato com lideranças da capital e do interior.

Democrática – A decisão do ex-deputado estadual e ex-prefeito de Ji-Paraná, Jesualdo Pires (dois mandatos seguidos) e bom de voto (mais de 195 mil votos nas eleições ao Senado em 2018), de não concorrer a cargo eletivo nas eleições deste ano complicou a pré-candidatura à reeleição de Nazif, porque o partido não tem nominata suficiente para eleger um deputado federal. Por isso Nazif teria optado por concorrer ao Senado, que independe de nominata, pois quem for mais bem votado ocupará a única das três vagas, que estará em disputa este ano. Uma das opções seria Vinícius Miguel concorrer â Câmara Federal junto com Nazif, para poder assegurar de 80 mil a 100 mil votos, que cada partido precisará para eleger um deputado federal, pois não temos mais as coligações.

Governo – Nazif optar pela reeleição abrindo mão da pré-candidatura de Vinícius Miguel ao governo, como quer a Frente, para ele concorrer à Câmara Federal, é uma missão –quase– impossível, ou seja, o PSB eleger dois federais. Por isso Nazif pretende manter Vinícius pré-candidato à sucessão estadual. Quem está de olho no impasse interno da Frente Democrática é Daniel Pereira, que poderia abrir mão da pré-candidatura ao Senado, para disputar o governo do Estado. O advogado Ramon Cujuí, do PT, seria pré-candidato ao Senado, como se comentava nos bastidores, antes da criação da Frente. Somente o presidente regional do PT, o ex-deputado federal Anselmo de Jesus, não teria que optar pela disputa de outro cargo e se manteria como pré-candidato a vice-governador. Até as convenções partidárias (20 de julho a 5 de agosto) o impasse será resolvido, mas já é o segundo caso de divergências na Frente. Antes a decisão de Vinícius Miguel pré-candidato a governador afastou o Psol e a Frente do grupo.

Respigo

Sobre o acidente na manhã de ontem (6), no trecho entre Candeias do Jamari e Itapuã do Oeste, na BR 364 informamos que morreram duas pessoas e quatro ficaram feridas. De ontem para hoje mais duas pessoas morreram +++ O deputado estadual Anderson Pereira, que se filiou recentemente ao PRB, presidido no Estado pelo deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa (Ale), Alex Redano, de Ariquemes vai disputar as eleições de outubro próximo como pré-candidato a deputado federal. Ele acredita que no Republicanos terá condições de se eleger à Câmara Federal e diz que está se preparando para a campanha, que será aberta, após as convenções partidárias, que serão realizadas de 20 de julho a 5 de agosto +++ Previsão de temperaturas baixas em Rondônia para o final de semana. Em regiões menos quentes, como no Cone Sul, onde Vilhena predomina, a expectativa é de termômetros abaixo de 15 graus +++ A violência em Porto Velho continua em ritmo acelerado. Hoje (7) uma mulher, grávida, foi esfaqueada no centro da cidade, mesmo entregando seu celular ao marginal, que estava em uma bicicleta e fugiu em seguida +++ Há tempo estamos cobrando maior celeridade das polícias no combate à criminalidade, que é crescente e preocupante. O policiamento ostensivo-preventivo, de responsabilidade de a Polícia Militar deve ser revisto e o trabalho de rua priorizado e acelerado.

Fonte: Por Waldir Costa / Rondônia Dinâmica

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu