Rodoviária de Porto Velho é obsoleta, deputado cobra prefeito devido a omissão dos vereadores, nominatas robustas para assegurar vagas ao Legislativo


A íntegra da coluna redigida pelo jornalista Waldir Costa

Porto Velho, RO - Terminal... – A rodoviária de Porto Velho não tem as mínimas condições de atender a demanda de passageiros, que utiliza o local. A plataforma de embarque e desembarque é precária, as instalações inadequadas e fora da realidade de uma capital, os guichês de vendas de passagens obsoletos e o local é perigoso devido à presença permanente de drogados e desocupados. Desde a década de 90, que nossas “otoridades” políticas garantem, em períodos eleitorais, que construirão um novo terminal, pois o atual não atende as necessidades. Já foram apresentados projetos pela prefeitura, governo do Estado, mas nada saiu do papel. Será que o prefeito Hildon Chaves (PSDB), reeleito em 2020 deixará a prefeitura em 2024 e não construirá a nova rodoviária, como prometeu?

...Rodoviário – O que intriga é os 21 vereadores, que compõem o legislativo municipal não cobrarem da municipalidade a construção do novo Terminal Rodoviário, que já teve, recentemente, até maquete sendo divulgada pela mídia local. Preocupado pela situação, o deputado estadual Anderson Pereira (PRB-PVH) encaminhou cópia de requerimento entregue na Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania-Sesdec, ao governo municipal, solicitando a intensificação do policiamento no entorno da rodoviária, devido aos constantes furtos e roubos, uma função dos vereadores, que deveriam estar mais atentos aos problemas graves, como a insegurança e a precariedade do local.

Voto nulo – O candidato terá a necessidade de conscientizar o eleitor a votar corretamente, ou seja, preencher completamente todos os itens para escolha de o presidente da República, governadores, uma das três vagas ao Senado e deputados (federal e estadual), caso contrário o voto será anulado. Não basta, quando iniciar a campanha eleitoral, após as convenções partidárias (20 de julho a 5 de agosto) somente pedir o voto, mas orientar o eleitor a votar em todos os candidatos, pois se evitará, que o voto seja anulado. Na coluna de ontem já alertamos sobre o voto nulo, que poderá ser um enorme diferencial nas eleições e da necessidade de os candidatos orientarem os eleitores.

Nominata – A preocupação com o voto nulo, deve estar entre as prioridades dos candidatos, mas a composição de uma nominata com nomes expressivos também é fundamental, pois nas eleições gerais de outubro próximo, não teremos as coligações, como já ocorreu nas eleições municipais (prefeitos e vereadores) em novembro de 2020. Os partidos só poderão compor federações, que formalizam as parcerias, que devem ser mantidas por 4 anos, mas não há soma de votos dos partidos, pois se elegerão somente os mais bem votados de cada agremiação, desde que sejam efetivados a cláusula de barreira e o quociente eleitoral. Pedir o voto do eleitor na campanha será prioridade, mas também serão essenciais a orientação para o voto completo, sob pena de anulação, e nominatas compostas por candidatos com potencial de voto.

Confusão – A área de comunicação do governo do Estado, no mínimo está equivocada com material postado na maioria dos sites do Estado, inclusive no RONDONIA DINÂMICA, da abertura de quatro editais para contratação de profissionais em várias áreas, inclusive de psicologia. Uma pessoa interessada –assim como outras– entrou no site para efetivar as inscrições, que estariam abertas, segundo a matéria, desde o dia 20 (segunda-feira), mas para sua surpresa recebe a informação, que as inscrições para psicologia foram abertas no dia 15 e encerradas no dia 17/06. Seria importante, que a Secom (Comunicação do governo do Estado) encaminhasse material esclarecendo o que houve, pois é impossível se inscrever para uma área, no caso a de psicologia, que teria inscrições abertas no dia 20 encerradas no dia 17 (?).

Respigo

O PSD, partido dirigido em Rondônia pelo jovem, mas experiente deputado federal Expedito Netto, está muito bem organizado e, além de prefeitos e vereadores está compondo uma nominata de considerável representatividade política visando as eleições deste ano. No encontro de Cacoal, na última semana foram lançadas as pré-candidaturas da esposa do prefeito do município, Adailton Fúria, a senhora Joliane Fúria, à Câmara Federal, e do vice-prefeito, Cássio Góes, à Assembleia Legislativa (Ale) +++ Como adiantamos em notas acima, não basta o pré-candidato ser bom de votos, ele dependerá de outros colegas, do mesmo partido, para conseguir se eleger ou reeleger, no caso de Netto. Nominatas fortes e conscientização do eleitor serão fundamentais nas eleições gerais de outubro próximo +++ Já estamos praticamente na metade do verão amazônico (quando pouco chove durante seis meses) e nada de o Governo Federal recuperar a BR 364, no trecho entre Porto Velho a Vilhena, com cerca de 700 quilômetros. Como o ano é eleitoral também não se nota os políticos da área federal (deputados e senadores) cobrarem um trabalho mais efetivo do Dnit, pois o tapa-buracos não resolve +++ A 364 é da maior importância para a economia regional. Nem mesmo os inúmeros acidentes, a maioria com vítimas fatais sensibilizam nossos políticos federais.

Fonte: Por Waldir Costa / Rondônia Dinâmica

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu