Retroativo do piso salarial dos professores municipais será pago a partir de julho


Retroativo referente a 2021 também será pago este ano aos professores

Porto Velho, RO - Professores que fazem parte da rede municipal de ensino de Porto Velho irão receber pagamento retroativo referente ao piso salarial da categoria a partir de julho. Anteriormente, os pagamentos seriam depositados em dezembro, entretanto, após a finalização dos estudos realizados, o prefeito Hildon Chaves anunciou o pagamento adiantado referente aos meses de janeiro, fevereiro, março e abril, para os meses de julho, agosto, setembro e outubro de 2022. O retroativo referente ao ano de 2021, também será pago este ano, entre novembro e dezembro.

A decisão ocorreu após trabalhos realizados pelas equipes da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Secretaria Municipal de Administração (Semad), Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz) e da Secretaria-Geral de Governo (SGG) para poder efetivar o pagamento.

“Quando nós implantamos o piso salarial, afirmamos que faríamos um pagamento retroativo referente aos primeiros meses do ano. Esse pagamento seria feito no fim do ano. Mas nesses últimos 30 dias fizemos vários cálculos e decidimos antecipar esse retroativo, que será pago em quatro parcelas a partir de agora”, destacou Hildon Chaves.

Hildon Chaves, prefeito de Porto Velho, e Gláucia Negreiros, secretária da Semed

Portanto, já no mês de julho, os professores municipais vão receber o salário do mês acrescido dos valores referente ao retroativo do piso salarial.

A titular da Semed, Gláucia Negreiros, enfatizou os trabalhos da gestão para atender os anseios dos profissionais de educação.

“A partir de agora, também será feito o pagamento do piso salarial dentro do vencimento de todos os nossos professores da educação e também a aplicação na tabela de forma linear, atendendo e respeitando as progressões de todos os servidores”, completou a secretária de educação, Gláucia Negreiros.

O prefeito Hildon Chaves lembrou que Porto Velho foi uma das cidades que pôde ter uma capacidade financeira para implementar o piso salarial dos professores desde maio.

“Implantamos o piso salarial dos professores como um complemento num primeiro momento, e a partir de hoje, autorizamos a implementação dessas verbas nos vencimentos, de forma linear, aos professores da rede municipal”, finalizou.

Fonte: Carlos Sabino Fotos: Wesley Pontes e Leandro Morais

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu