TRE mantém cassação do prefeito e a vice de Vilhena e determina novas eleições Na tarde desta quinta-feira (30), o Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE), manteve sem alteração o acórdão do julgamento que cassou em fevereiro deste ano, o mandato do prefeito Eduardo Japonês e sua vice, Patrícia da Glória, e determinou a realização de nova eleição em Vilhena. Os dois políticos são acusados de usar alimentos da merenda escolar para promoção política durante a campanha de reeleição. O TRE determinou o afastamento imediato do cargo e Japonês anunciou que irá recorrer ao TSE. O relator do caso no TRE, juiz Edson Bernardo, concordou com os Embargos de Declaração apresentados pela defesa da coligação “Fé e Ação por Vilhena”, sobre o afastamento de Japonês e Patrícia da Glória, após o esgotamento de recursos na instância local. A decisão foi por 6 a 1. Com a decisão, o relator determinou que sejam realizados procedimentos para a realização de novas eleições para prefeito e vice. O presidente da Câmara de Vereadores, Ronildo Macedo (Podemos), deve assumir de forma interina.



Porto Velho, RO
- Na tarde desta quinta-feira (30), o Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE), manteve sem alteração o acórdão do julgamento que cassou em fevereiro deste ano, o mandato do prefeito Eduardo Japonês e sua vice, Patrícia da Glória, e determinou a realização de nova eleição em Vilhena.

Os dois políticos são acusados de usar alimentos da merenda escolar para promoção política durante a campanha de reeleição. O TRE determinou o afastamento imediato do cargo e Japonês anunciou que irá recorrer ao TSE.

O relator do caso no TRE, juiz Edson Bernardo, concordou com os Embargos de Declaração apresentados pela defesa da coligação “Fé e Ação por Vilhena”, sobre o afastamento de Japonês e Patrícia da Glória, após o esgotamento de recursos na instância local. A decisão foi por 6 a 1.

Com a decisão, o relator determinou que sejam realizados procedimentos para a realização de novas eleições para prefeito e vice. O presidente da Câmara de Vereadores, Ronildo Macedo (Podemos), deve assumir de forma interina.

Fonte: Rondoniagora

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu